PT | EN

Escrever o primeiro post da tua nova empresa é como dar um primeiro beijo. Temos expetativas, sentimos aquele friozinho no estômago e queremos que a coisa flua harmoniosamente como uma música de Chico Buarque. Mas na verdade, quando chega ao fim, ficamos contentes se não batemos com o queixo no nariz do/a oponente e se não nos sentimos centrifugados durante o processo.

Para ser totalmente honesto; um primeiro beijo corre bem quando não corre mal.

- esqueçam então a analogia!

(recomeçando)

Num primeiro post, queremos dizer tudo. Explicar o que nos traz aqui, quais os nossos sonhos e anseios, o que gostaríamos de alcançar no futuro, porque é que estamos a criar uma nova agência.

E é de facto muito. É muito porque largar empresas estáveis – como alguns de nós fizeram – para nos lançarmos na criação de uma ideia, de um conceito: de sermos uma das melhores agências digitais do mercado nacional, é naturalmente fruto de um sonho e de uma ambição que vai por vezes além da racionalidade (as nossas mulheres que não nos leiam).

Na verdade (e sim, vou fazer outra analogia) começar uma nova empresa é como começar uma nova relação: temos enormes expetativas e não queremos repetir erros cometidos em relações anteriores.

Por isso, e como na Lavva apesar de jovens já temos alguns anos disto, sabemos que o grande segredo de qualquer relação que começa é também não alimentarmos demasiadas expetativas, vivermos o dia-a-dia e simplesmente tentarmos ser a melhor versão de nós próprios.

A razão para termos criado a Lavva é porque queremos continuar a evoluir e a não deixar morrer a criatividade e a curiosidade que temos cá dentro. É porque achamos que é possível fazer mais e melhor e construir marcas e soluções digitais que tenham um impacto real nas pessoas e junto dos nossos clientes.

No fundo, a razão para termos criado a Lavva é para fazer aquilo que mais gostamos com pessoas à nossa volta que nos acrescentam algo todos os dias.

Acreditamos que vão gostar  do que aí vem.

Até já,

Publicado por: lavva em Lavva

Deixe uma resposta